Príncipe herdeiro Haakon abriu a nova biblioteca pública de Oslo


A Corte Real

Sua Alteza Real, o Príncipe Herdeiro Haakon da Noruega, abriu a mais nova e maior biblioteca pública de Oslo na quinta-feira. O dia da abertura não foi aleatório, pois o príncipe herdeiro Haakon abriu a biblioteca exatamente 87 anos depois que seu bisavô, o rei Haakon VII, abriu a antiga biblioteca principal em Oslo.

Sua Alteza Real foi recebida na biblioteca pelo prefeito de Oslo e vários dos melhores autores da Noruega. Os autores Lars Saabye Christensen e Camara Joof abriram a cerimônia. Os músicos Lars Lillo Stenberg e Maria Lotus apresentaram algumas de suas canções antes do gerente da biblioteca Knut Skansen falar e receber convidados na mais antiga e mais nova biblioteca de Oslo.

O príncipe herdeiro Haakon realizou o discurso de abertura no qual disse: "Uma biblioteca pode moldar e mudar vidas. A biblioteca pode fortalecer as comunidades. A biblioteca pode fazer do mundo um lugar melhor. Através dos livros, temos a oportunidade de descobrir o mundo, de nos abrirmos a ele e encontrarmos nosso lugar nele. Temos a oportunidade de buscar conhecimento e reconhecimento. A biblioteca oferece tudo isso e é aberta e gratuita para todos."

Após o discurso do príncipe herdeiro, o coro infantil da Ópera se apresentou e Sua Alteza Real recebeu um tour pelo novo edifício.

Após a cerimônia de abertura, as portas foram abertas ao público. Por causa do Covid-19, só pode haver 1000 pessoas dentro da biblioteca por vez até segunda ordem.

A biblioteca tem um acervo de cerca de 450.000 livros, filmes, música e jogos. O novo edifício tem seis andares, cada um com suas características distintas. A biblioteca também conta com restaurante e café, cinema e salas de estudo, estúdios de som, uma sala com impressoras 3D e uma coleção de manuscritos antigos. O livro mais famoso da coleção é a Bíblia manuscrita de Aslak Bolt de 1250.


Royal Central