Rei da Tailândia deixa harém na Alemanha para o dia de Chakri


O rei Maha Vajiralongkorn da Tailândia, também conhecido como Rei Rama X, deixou seu hotel na Alemanha, onde estava escondido com um harém de 20 mulheres,para viajar para Zurique de onde voou para a Tailândia para celebrar o Dia de Chakri. Em Zurique, ele foi acompanhado por sua esposa, a rainha Suthida, que está hospedada em um hotel suíço há várias semanas. A Thai Airways suspendeu suas operações normais há uma semana, mas abriu uma exceção para o rei e a rainha tailandeses.
O Dia de Chakri homenageia a ascensão do rei Rama I ao trono e o estabelecimento da Dinastia Chakri, que ainda governa hoje. O Rei e a Rainha chegaram cedo na segunda-feira de manhã para se juntar às celebrações. Lançamentos de coroas de flores acontecerão em todo o país, bem como discursos de tributo.
O Rei e a Rainha não ficarão no país por muito tempo, pois espera-se que eles retornem à Suíça e à Alemanha hoje.
Tem havido críticas crescentes ao fracasso do Rei em retornar à Tailândia durante a crise do Coronavirus na comunidade online. A hashtag #Whydoweneedaking  foi tendência por um tempo. No entanto, insultar a monarquia é um crime na Tailândia e um ministro do governo alertou que qualquer post inadequado poderia ser punido com até 15 anos de prisão.

Fonte: Royal Central