Instituto belga neutraliza coronavírus em laboratório


Cientistas do Instituto Flamenco de Biotecnologia (VIB), no Reino da Bélgica, encontraram um anticorpo capaz de neutralizar o novo coronavírus. A descoberta ainda não é uma cura, mas representa um passo a mais em direção a um tratamento antiviral para a covid-19.

O anticorpo foi desenvolvido em parceria com laboratórios nos Estados Unidos. De acordo com o anúncio feito hoje, já estão em andamento pesquisas adicionais para confirmar os resultados obtidos pelos pesquisadores.

"Os novos resultados indicam que o anticorpo pode impedir o novo coronavírus de infectar células humanas", afirma o laboratório. No comunicado, o instituto também aponta que o anticorpo pode "ser produzido em larga escala utilizando processos comuns na indústria biofarmacêutica".

Diferentemente das vacinas, os anticorpos agem imediatamente, já que a pessoa que recebe o tratamento não precisa produzir as próprias células de defesa. Por outro lado, eles têm efeito de curta duração.

O VIB sugere que, se confirmado, o tratamento seria indicado para profissionais da saúde ou outras pessoas com alto risco de exposição ao novo coronavírus, que poderiam se beneficiar dos efeitos a curto prazo.