Luiz Philippe questiona núncio sobre encontro entre Lula e Papa

Luiz Philippe de Orleans e Bragança enviou um documento para o arcebispo Giovanni D’aniello, atual núncio apostólico no Brasil, para questionar seu posicionamento a respeito da visita que Lula fará ao papa Francisco, no Vaticano.

Lula pediu adiamento de seu depoimento no âmbito da Operação Zelotes, marcado para a próxima semana, para visitar o papa.

“A saída do condenado do país apresenta um retardo no cumprimento de processos judiciais dos quais é réu. Sem querer especular se há qualquer obrigação que a Santa Sé tenha contraído com o condenado no passado, quando ocupava a presidência do Brasil, ao recebê-lo, representará impunidade e desrespeito às instituições brasileiras.”

No documento, Orleans e Bragança questiona se o arcebispo não teme pelos “efeitos negativos” que a visita poderá “acarretar ao povo e às instituições brasileiras”.

“Seus atos de corrupção das instituições, criou todo um sistema de perpetuação da pobreza de milhões de pessoas. Os resultados de seus atos têm sido difíceis de serem corrigidos em várias áreas da vida dos cidadãos brasileiros (…). Sua Santidade não teme pela imagem da Santa Igreja ao apoiar abertamente notórios comunistas brasileiros que comprovadamente cometeram graves crimes? Questiona, ainda, quanto à legitimidade dessa visita e os efeitos negativos que poderão acarretar ao povo e às instituições brasileiras.”